Visão Geral

Nossas ações são negociadas no Novo Mercado da B3 S.A. - Brasil, Bolsa, Balcão, sob o código SNSL3, segmento de listagem com os mais elevados padrões de governança corporativa e transparência.

A partir de fevereiro de 2014, nossas ações passaram a integrar a carteira teórica do Índice de Ações com Tag Along Diferenciado ("ITAG"), cujo objetivo é medir o desempenho de uma carteira teórica composta por ações de empresas que ofereçam melhores condições aos acionistas minoritários, no caso de alienação do controle. Em agosto de 2017, nossas ações passaram a integrar a carteira teórica do Índice de Ações com Governança Corporativa Diferenciada ("IGC") e do Índice de Governança Corporativa - Novo Mercado ("IGC-NM").

Devido a listagem no Novo Mercado, assumimos os seguintes compromissos:

  • Capital social dividido apenas em ações ordinárias;
  • Ações em circulação (free float) superior a 25%;
  • Conselho de Administração com mínimo de 5 membros, dos quais pelo menos 20% devem ser Independentes;
  • Cargos de Presidente do Conselho de Administração e de Diretor Presidente não acumulados na mesma pessoa;
  • Divulgação de demonstrações financeiras traduzidas para o inglês;
  • Realização de pelo menos uma Reunião Pública anual;
  • Divulgação de Calendário Anual de eventos corporativos;
  • Divulgação de Política de Negociação de Valores Mobiliários e Código de Conduta;
  • Em caso de alienação de controle, todos os titulares de ações têm direito de vendê-las pelo mesmo valor e nas mesmas condições obtidas pelo acionista alienante (100% de tag along);
  • Realização de oferta pública de aquisição de ações (OPA), no mínimo, pelo valor econômico estabelecido em laudo de avaliação nos casos de cancelamento de registro de companhia aberta ou saída do Novo Mercado; e
  • Adesão à Câmara de Arbitragem do Mercado (CAM) para a solução de conflitos societários, conforme Cláusula Compromissória de arbitragem presente em nosso Estatuto Social, transcrita abaixo:

"A Companhia, seus acionistas, Administradores e os membros do Conselho Fiscal, obrigam-se a resolver, por meio de arbitragem, perante a Câmara de Arbitragem do Mercado, toda e qualquer disputa ou controvérsia que possa surgir entre eles, relacionada com ou oriunda, em especial, da aplicação, validade, eficácia, interpretação, violação e seus efeitos, das disposições contidas na Lei das S.A., no estatuto social da Companhia, nas normas editadas pelo Conselho Monetário Nacional, pelo Banco Central do Brasil e pela Comissão de Valores Mobiliários, bem como nas demais normas aplicáveis ao funcionamento do mercado de capitais em geral, além daquelas constantes do Regulamento do Novo Mercado, do Regulamento de Arbitragem, do Regulamento de Sanções e do Contrato de Participação no Novo Mercado."

Por fim, nos orgulhamos por irmos além destas exigências e compromissos firmados, já que a Senior Solution conta com um longo histórico de aperfeiçoamento de seus padrões de governança corporativa, não se tratando de mera formalidade no cumprimento de regras, mas sim de uma acentuada característica do nosso DNA. Destacamos, entre outras medidas:

  • Conselho de Administração composto por 5 membros, sendo 2 independentes;
  • Reporte do desempenho financeiro desde 2005, refletindo a transparência adotada pela Companhia;
  • Constituição do Conselho de Administração em 2005, atuante e com reuniões mensais;
  • Demonstrações financeiras auditadas desde 2002.